quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Audrey Hepburn

Audrey Hepburn nasceu no dia 4 de maio de 1929. Além de atriz, foi também modelo e humanista.

E não pensem vocês que Audrey tivera uma infância cheia de regalias e mordomias. Quando ela tinha apenas nove anos, seus pais se divorciaram, e para evitar que ela presenciasse algumas brigas, enviaram-a para um internato na Inglaterra, devo ressaltar que ela nascera na Bélgica.

Mas de fato, Audrey soube aproveitar sua ida a Inglaterra, afinal, foi lá que ela se interessou pela dança e logo aprendeu o balé.

Em 1939, com a Segunda Guerra Mundial, Audrey se viu obrigada a procurar outro lugar pra ficar.

E foi na Holanda que ela passou os momentos mais difícies de sua vida. A invasão nazista não a privou de nada, antes ela estivesse na Inglaterra. Vez ou outra participava de concursos de balé para obter um lucro e ajudar a família. Quando a guerra terminou, voltou para Inglaterra, onde mais uma vez passou por momentos difícies. Matriculou-se numa escola de balé mas foi impedida de dançar devido a sua altura.

Enfim, depois de certo tempo começou a atuar. Sua primeira aparição foi num documentário chamado Dutch in seven lessons. Foi então que Audrey alcançou o apogeu no cinema e participou juntamente com Gregory Peck do filme A princesa e o plebeu. Mais uma série de filmes foram feitos depois, destaco alguns: Sabrina, Bonequinha de Luxo, Charada, entre outros.

Casou-se com Mel Ferrer, mas se divorciaram em 1968. Por volta de 1970 parou de atuar e casou-se novamente com um italiano com quem teve dois filhos.

Porém, para a felicidade de seus fãs, voltou em 1976 com dois filmes, mas novamente divorciou-se e passou a dar atenção a outro tipo de trabalho.

Agora, Audrey era embaixatriz da Unicef. Mas o que ninguém esperava é que ela ainda faria filmes, e por coincidência, ou não, ela fazia papel de um anjo.

O filme Além da Eternidade foi o último que teve a participação da ilustre Audrey Hepburn.
Em seus últimos anos, viajou por vários países em missões humanitárias.

Mas infelizmente no dia 20 de janeiro de 1993, faleceu vítima de câncer de cólon. Além de ter deixado uma imagem humanitária e solidária, deixou também um vazio enorme para todos aqueles que a admiravam por seu talento. Foi um dia triste pra história do cinema, todos sabiam que de agora em diante a única coisa que ficara de Audrey era a saudade. Mesmo que para alguns ela esteja mais viva do que nunca, a única coisa que nos conforta são as lembranças, essas com certeza ficarão conosco eternamente.



16 comentários:

Darkblog disse...

Não a conhecia antes mais bem interessante conhecer um pouco d seu trabalho *-*

Leonardo disse...

Amo a Audrey Hepburn ♥

Faço coeleção de filmes dela inclusive...Meus preferidos são Bonequinha de Luxo e A Princesa e o Plebeu...

Vou seguir seu blog, gostei :D
http://www.thenerdsarecool.blogspot.com/

Láh/ disse...

Nunca vi os outros filmes dela. Ah.. Eu queria ter sido acostumada a ver clássicos.
Não, sei.. Mesmo assistindo Bonequinha de Luxo e AMANDO, não fico com aquela vontade louca de assistir os outros filmes citados.
Até mesmo porque eu não teria absolutamente ninguém para vê-los comigo. >.<

Marcelo G. disse...

Muito legal seu blog, esse tipo de conteudo sobre classicos me agrada muito, e muito interessante esse post tbm, sabia que conhecia essa garota da foto, so nao lembrava de onde (Sabrina hehe). Muito linda e talentosa. As de hoje tambem sao, mas essas de antigamente tinham alguma coisa que as diferenciava, nao sei explicar o que é, mas elas tinham um jeitinho especial. Muito bom.



http://mgs25.blogspot.com/

Naby Lima. :P disse...

Muito bom o post parabéns...

:D

Mayara disse...

Nunca vi filmes dela... na verdade, se não estou enganada, assisti Sabrina :3
E achei bem divertido!!!!
É por isso que gosto de cinema/livros, quando a pessoa que interpreta a personagem ou escreve o livro, vira eterno, pq sempre vai ter pedacinhos desta pessoa aqui na terra, hihi <3

Marcel L. disse...

Eu tenho um blog sobre cinema, passa lá http://marcelland67.blogspot.com/
Eu amo a Audrey, era linda,talentosa e tem uma vida particular muito interessante.
abraço

Leandro disse...

te vi na comu e estou te seguindo .

se puder me siga tbm e comente por favor ,obrigado.

http://futuroeletronico.blogspot.com/

entra la.

ah e cara seu blog e muito loco parabens

Láh/ disse...

Eu sei a resposta para a parte do comentário do Marcelo G que diz "As de hoje tambem sao, mas essas de antigamente tinham alguma coisa que as diferenciava, nao sei explicar o que é, mas elas tinham um jeitinho especial. Muito bom."

A resposta é: NATURALIDADE.
Só vou falar em relação a beleza, porque o talento é muito individual..
Enfim, antes as mulheres não tinham silicone, botox, lipo e essas coisas.
Elas era lindas sem precisar de nada artificial pra acompanhá-las.
Era a maquiagem e olhe lá. ^^

Jeniffer Haddad disse...

Adoro essa atriz, mas tinha coisa que não sabia :D

@Axcel09 disse...

Com certeza a guerra foi um dos principais motivos pelos quais ela decidiu fazer esses trabalhos humanitários, e a beleza dela é algo inquestionável! Antigamente não existia photoshop, nem mulheres com silicone, botox nem lipo como a Láh disse no comentário acima. Era tudo mais natural...

Gostei do seu blog, seguindo.
;)

Moleza disse...

atores, atrizes, e filmes elegantes naquela época bem interessante

Tatigisss disse...

Adorei o blog !! É diferente e fala sobre cultura.
E isso é ótimo. Parabéns!!!

http://chilliinfashion.blogspot.com/

Lolly disse...

O post está divino, muuuuito bom mesmo, Rubi, beijos!
-
http://lollyoliver.wordpress.com/

Jânio Quadros Notícias disse...

Que história de vida ela teve. Ela foi uma grande mulher. Gostei do seu blog. é um dos pouco que entro todos os dias.

Things Loose disse...

Ah, ela tinha que falecer no ano que nasci? =[
Gosto muito do trabalho dela e tenho diversos dvd's dela, tais como bonequinha de luxo, a princesa e o plebeu, charada, my fair lady, sabrina, etc.
Uma diva. foi e sempre será.

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top