segunda-feira, 4 de abril de 2011

Perry Como

Perry Como nasceu no dia 18 de maio de 1912. Destacou-se tanto na música, quanto em programas de tv e cinema. Filho de italianos, sofreu fortes influências do pai, o qual era barítono, e colocou todos os filhos numa escola de música.

Aos 10 anos, percebendo a dificuldade que o pai tinha para manter as mensalidades em dia, Perry começou a trabalhar numa barbearia, onde ganhava cerca de 50 centavos por semana.

Apesar de ter nascido com o dom de cantar, foi na profissão de barbeiro que ele começou a conquistar sua independência financeira. Quatro anos depois, já tinha seu próprio negócio.
Na escola, conheceu Roselle Belline,garota pela qual se apaixonou, casou e teve três filhos. Em 1933, Perry juntou-se a uma banda mas logo optou por trabalhar na Ted Weems Orchestra, onde finalmente realizou suas primeiras gravações.

Porém, a banda não durou muito tempo, e Perry viu-se obrigado a voltar para casa e reabrir sua barbearia. Foi neste período, que recebeu uma oferta da General Artists Corporation, que lhe ofereceu um programa na CBS. Incentivado pela mulher a correr atrás de seus sonhos, largou a barbearia e aceitou a proposta.

A partir daí, gravou uma série de músicas que alcançaram o topo nas listas da Billboard, chegando a vender um milhão de cópias. Mais tarde, começou a fazer apresentações em casas noturnas. Durante uma certa época, seus discos estavam vendendo tanto, que ele impediu que a mídia divulgasse os números exatos, para evitar que o enorme sucesso causasse constrangimento aos demais cantores da época.

Em 1943, assinou contrato com a 20th Century-Fox, participando de vários filmes, inclusive ao lado de Carmen Miranda. Na televisão, num programa que durou oito anos, ganhou destaque pelo uso constante de cardigans, o que acabou se transformando em sua marca registrada.

Após ser convidado para fazer um show beneficente, anunciou sua turnê pelo Reino Unido. Porém mudanças na RCA Victor, que lhe acompanhou durante toda a carreira, fez com que Perry a abandonasse. Regressando graças a um amigo, gravou The Wind Beneath My Wings, e fechou sua carreira em grande estilo.

Foi contemplado por três estrelas na calçada da fama e imortalizou músicas como : Magic Moments, And I love you So, Moon River, Catch a Falling Star, Prisioner of Love, entre outras. Em agosto de 1998, a morte de sua esposa deixou-o desolado.
Em consequência disso, Perry deixou transparecer aos amigos que havia, de certa forma, perdido a vontade de viver. Faleceu aos 88 anos no dia 12 de maio de 2001, deixando um vazio enorme no mundo da arte e da música.

29 comentários:

MAQUIAGEM EH TUDO !!! disse...

qd novo era lindinhooooooo, ahh se eu pudesse..
bjuu, Vanessa Ramos
maquiagemehtudo.blogspot.com

Claudia Alves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Claudia Alves disse...

Não o conhecia ou pouco ouvi falar dele e se ouvi, não me recordo.
Mas que sucesso...a ponto de não poder divulgar os números das vendas de seus discos em respeito aos demais artistas! Nossa, não é pra qualquer um viu! A música tocando parece canção de ninar, tão calma. Que excelente artista!
Outra coisa que me chamou a atenção, como há tão pouco tempo (não pouco, mas se for olhar, é pouco rs), os casamentos duravam, duravam e eram tão verdadeiros.
A menina que ele conheceu na escola foi sua mulher por toda a vida e quando ela falece, leva com ela uma parte dele. Muito bonito...
http://www.claudiaalvesinteriores.blogspot.com/

Jéssica Eidelwein disse...

Interessante seu blog,informativo, vou seguir! Parabéns! Estou iniciando e conhecendo este mundo, mas ja sei identificar boas ideias. hehe

Fabi disse...

que galã... se superou em Rubi!

@jooy3 disse...

Mew trabalhar ganhando 50 centavos por semana ?
IUHGASIYSAHIUSAUIASHSAUI Osso hein ;x
Poxa a história dele é bem interessante.
Deve ter feito mt mt sucesso mesmo .
Ele morreu por causa da mulher dele ou por velhice mesmo ?
Passa lá? http://jooymartins.blogspot.com/
Beijoos

Júnior Ahzura disse...

Vou fazer um comentário até superficial demais, mas é o que Perry Como sempre me passou. Eu acho ele muito legal, do tipo simpático, bonito e que gosto de graça! HAHA


Nessa semana rolará mais um sorteio, com "DOIS" sortudos! Passa lá no Ahzura's Blog - [ http://junatchos.blogspot.com ]

Marcia Moreira disse...

Olá. Gosto muito do seu blogue, por isso estou te presenteando com um selo de amizade. Dá uma passadinha no meu blogue e pegue o seu. Estou no Clássicos, não antitos (www.classicosnaoantigos.blogspot.com).

Abraços.

Guilherme Prado Souza disse...

Boa noite meu caro camarada blogueiro!
Mais uma ótima postagem, não conhecia Perry Como, assim como vários outros que vejo no seu blog! É mais ou menos no estilo Nat King Cole...
Estou esperando a postagem do Mississipi Fred McDowell hein? rs...
Abração cara!

limbosocial.blogspot.com

Mari Fagundes disse...

Adoro passar por aqui, queria tirar uma dúvida, você faz cinema ou algo relacionado? =*

Jhow Jhow disse...

Grande perry...

De ganhar 50 cents por semana á ser um grande artista,cantou e tudo o que ele pode...

http://jhowjhow1234.blogspot.com/

Leonardo disse...

Tambem não o conhecia...to ouvindo aqui, tinha uma bela voz. realmente eu tenho que melhorar meu conhecimento musical da decada de 50 pra tras...como você faz homenagem a esses artistas eu vou conhecendo por aqui ^^
Moon river teve varias ótimas versões, mais ainda fico com a da Audrey Hepburn cantando na janela em Bonequinha de Luxo.
Achei muito bacana ele pedir para que o numero de vendas dos seus discos não fossem divulgados para não criar desconforto aos outros músicos da época. E essas histórias de pessoas que não sonseguem viver sem as pessoas amadas são muito bonitas...

~ Bruh worspite disse...

Que gatoo quando mais novo.
E com o passar dos anos, não perdeu a pose de galã!
D+ Ruubi!
:)


http://bruhworspite.blogspot.com

Dimas Bertolucci disse...

Amei seu blog. PARABÉNS!


http://villacosmetica.blogspot.com

dinho-music disse...

Nooossa ele ganhava 50 centavos por semana? mas tinha talento brilhante. Infelizmente o mundo perdeu o grande Homem. parabéns mais uma vez rubi *_*

Páginas & Cia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Páginas & Cia disse...

Pocha ele ganhava 50 centavos por semana ?!
Adorei seu blog estou seguindo retribui :D
http://worldluck.blogspot.com/

Teenage Dream disse...

Tipo, do nada o cara subiu no topo! ok nééééééé hahahahaha mais 50 centavos por dia é tenso! mais bom, ele superou!!! Como charles chaplin que era BEM pobre, e superou tudo né? admiro demaisssss :)))
Visite, se gostar comente, http://teen-age-dream.blogspot.com/

jhon08 disse...

minha bisa me falo dele mesmo eu n querendo saber éla dizia que tinha uma fotografia ausaHUSHAuhsu

obs: BELO BLOG
http://jhon08.blogspot.com/

Anônimo disse...

Adorei, é sempre bom saber um pouco "do nosso passado"
se quiser, dê uma passadinha lá no meu pra ver se gosta
http://elaseleinsensatos.blogspot.com/
http://elaseleinsensatos.blogspot.com/
http://elaseleinsensatos.blogspot.com/
http://elaseleinsensatos.blogspot.com/
http://elaseleinsensatos.blogspot.com/

Victor Viana disse...

Kara muito bom seu trabalho

the company of rock disse...

muito legal a materia
E muito bom seu blog!

estou seguindo!

Comenta e segue o meu tambem?

www.slayerbrasil.blogspot.com

paolla neves disse...

seus artigo, e seus textos são muito bom.
parabens to seguindo o blog.
se quizer retribuir.

http://owlmovie.blogspot.com/

Barbara Nonato disse...

Pra início a música é de muito bom gosto!

Realmente era lindo, mas não somente isso: dono de talento ímpar, encantou toda uma geração e merece todo reconhecimento. Deveriam existir somente cantores deste porte, entretanto, atualmente, vemos muita porcaria fazendo sucesso e tomando espaço de quem tem o dom.

Júnior Ahzura disse...

Rubi!!!

Estou passando aqui no All Classics só pra avisar que o CLARO CURTAS está no Ahzura's Blog! [ http://junatchos.blogspot.com ]

Júnior Ahzura disse...

Magina, só faço meu trabalho a cada dia! rsrs

Assim como o seu de ser uma bela formadora de opinião do Cinema Clássico!

Camila França disse...

Demais!
Confesso que umas das habilidades que tenho mais admiração é pelo canto. *--*
O cara foi incrível e, sei que é triste, mas acho lindo isso quando uma pessoa não consegue viver sem a outra. :D
Ele era muito bonito. Mesmo.


Ah, tô ansiosa para ver sua postagem sobre o Vicent Price.
*---*

E muito obrigada pelas visitas e pelo elogio.

Beijão!

Alice Oliveira disse...

Nossa...que homem bonito! ^^
Eu amooo Moon River *-*
mas gosto também na voz da Audrey Hepburn ^^
Fora que...sempre que escuto essa música lembro da abertura de Bonequinha de luxo...quando a Holly sai do taxi e para pra tomar café na frente da vitrine da Tiffany's.
beijinhos querida!!

http://rebucomcafe.blogspot.com

dinho-music disse...

Artistas como ele deveriam ser mais prestigiados e preservados. Um excelente historia de vida.

Parabéns Rubi *_*

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top