segunda-feira, 1 de agosto de 2011

A Morte Cansada - Der Müde Tod

Der müde Tod, em alemão, Destiny em inglês e A Morte Cansada em português, é uma obra prima de um dos maiores diretores de todos os tempos, Fritz Lang. Estrelado por Lil Dagover, Walter Janssen e Bernhard Goetzke, foi lançado em 1921. O filme despertou o interesse de Luis Buñuel em arriscar-se no cinema, além de ser considerado por Alfred Hitchcok, um dos melhores de todos os tempos. Com um enredo intrigante e a trilha sonora envolvente, a história começa com um estranho personagem acompanhando um casal apaixonado que está aproveitando a lua de mel. O novo morador da pequena cidade causa espanto nas pessoas, tanto pela sua aparência, quanto pelo brilho sinistro de seus olhos. Até que, por um momento, o rapaz que acabara de se casar desaparece misteriosamente; e sua esposa desesperada, passa a procurar pelo marido por toda a cidade, sem encontrá-lo. Cansada e sem forças para continuar sua busca, resolve parar para descansar.

Aos prantos, é interrompida por uma multidão de espíritos que atravessa um grande muro, que fora construído pelo estranho personagem. Dentre os espíritos, vislumbra seu marido, causando uma sensação indescrítivel, tanto para a personagem, quanto para quem está assistindo. Emocionada, desmaia e é socorrida por um velho alquimista. Quando finalmente recupera os sentidos, percebe que está numa casa rodeada por livros e poções. Sua curiosidade faz com que ela folheie algumas páginas de um livro que se encontrava em cima da mesa e então ela lê a frase " O amor é mais forte que a morte". Isto lhe dá toda a coragem de que precisava para que beba uma dose de veneno e morra.

No misterioso lugar em que ela se encontra, o enigmático personagem, que encarna a própria morte, aparece. Decidida a trazer seu marido de volta à vida, a mesma faz um acordo com a entidade, a qual lhe dá três chances de resgatar seu grande amor. Conduzindo-a até uma sala repleta de velas, onde cada uma representa uma vida, ele separa três delas ligadas ao seu marido. O desafio determina que ela salve ao menos uma destas vidas, encarnadas em cada vela, para que ambos voltem a conviver no mundo dos vivos. A partir daí, acompanhamos a aflição da jovem ao enfrentar as mais difíceis situações e inimigos em três realidades diferentes, tentando reverter o trágico final de cada uma. Este desafio conduz a desesperada personagem à uma Região Islâmica, à Veneza e à China Imperial. Em cada uma dessas situações a morte está sempre presente para impedir que eles fiquem juntos. A história, o cenário, o figurino e os efeitos especiais, que embora sejam simples, impressionam; e nos faz viajar junto com os personagens ao longo da história.

Até o desfecho da trama, muitas coisas acontecem, e cabe a ela decidir o seu futuro junto ao marido. Com um elenco que impressiona, pela qualidade e expressividade, o filme de Fritz Lang mostra um lado espiritual que mexe com a nossa imaginação, provando que o verdadeiro amor pode nos conduzir a atitudes extremas e muitas vezes irreversíveis.



Foi uma experiência das mais prazerosas assistir a este belo filme, o qual indiquei para vários membros, para que pudessem compartilhar desta mesma experiência. Fiquei feliz em receber os comentários abaixo relacionados de algumas amigas que já assistiram a esta obra. Aqueles que ainda não conhecem esta obra, deixo aqui esta oportunidade.

Jane dos Anjos : A Morte Cansada foi um filme apresentado pra mim pela Rubi,e tenho que dizer que é um dos melhores filmes antigos que eu já vi,ele consegue juntar suspense e drama ao mesmo tempo e tem uma linda historia de amor.Os pontos positivos do filme são os atores, a atriz principal tem uma expressão incrivel e a cada cena ela fica ainda mais incrível e a morte, nossa, como foi bem representada e como ficou real. Os pontos negativos pra mim não teve, a falta de fala do filme faz dele ainda mais especial é uma obra clássica e cheia de emoção! Se fosse refeita nos tempos de hoje seria com certeza um sucesso. Este filme eu recomendo.

Kuki Bertolini: A Morte Cansada é uma fabula maravilhosa feita pelo grande Fritz Lang em meados dos anos 20 (uma obra bem complexa para a época, aliás). Um filme com uma linda história do poder, da força que o amor verdadeiro tem, inclusive sobre a morte. Uma jovem perde seu amante e vai atrás da Morte para implorar pela vida do mesmo. A Morte, cansada de todo o sofrimento que causa aos humanos, lhe impõe 3 desafios e se ela vencer, poderá levar seu amor embora. Usando de belas metáforas, como a vida representada pelas chamas das velas, o filme nos prende a atenção do começo ao fim. O sofrimento e a dor imposta pela garota pela perda nos emocionam, a sua coragem no final do filme quase me fez chorar. Um filme que transborda sentimentos, que nos faz sentir toda a agonia que ela tem a cada desafio que perde. Uma obra prima esquecida no tempo, o início da brilhante carreira de Fritz Lang! - do The Cinefile Blog.

28 comentários:

*♡* Jane dos Anjos *☆* disse...

O filme é todo maravilhosooo, recomendo mesmo e está ultima imagem do post , foi a mais emocionante pra mim, ela escolhe entregar o bebê a mãe e assim ela acha que nunca mais vai ver seu grande amor... amei a postagem Rubi, ficou linda e que grande homenagem ao um dos melhores filmes antigos que eu já assisti!! Obrigada por me apresenta-lo!! ^.^ ♥ Beijooos

Laércio Cunha disse...

Muito bom texto e post Rubi, parabéns. Estou muito curioso em ver esse filme, está na minha lista de próximos a serem assistidos. A Kuki mandou muito bem no comentário, está excelente.

http://thecinefileblog.blogspot.com/

Abraços.

TELMA GUEDES disse...

eu não sabia!!!!!!deve ser incrivel!!!!! não desapareça tbem linda! obgdo pela visita! bjssssssssssssssss

M. disse...

Ah, deve ser lindo mesmo, principalmente pela tenura, pelo tema do amor. Eu vou recomendar a algumas pessoas que conheço. Eu mesma pretendo assisti-lo. Uma ótima semana para você Rubi.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Muito bom esse filme.
Gostei muito.

O Falcão Maltês

Mosaicos de uma vida disse...

A resenha do filme realmente nos deixa instigados a ve-lo.. estamos aqui (eu e colegas do trabalho) verificando se há no acervo de filmes de um dos nossos ´projetos (CineClube).
Muito boa a dica!

Nathália disse...

Toda vez que entro aqui saio com uma sensação de que tenho mais cultura. Ótimo blog. :D

http://omeuteatroderealidade.blogspot.com/

Anjo Noturno disse...

Esse eu desconheço, mas interessei ainda mais sendo ele considerado por Alfred Hitchcok como um dos melhores.
Bj boa semana
;)

Sayuri Suguino disse...

Nossa, adorei a resenha! O filme parece ser lindo!

http://mmmorango.blogspot.com

Ri disse...

Adorei o novo post... sempre com temas interessantes que chamam a atenção... sem contar que é sempre bom passar por aqui... blog + que lindoooo...

Nanda Schober disse...

Adorei seu blog...Parabénsss!!!

Beijos,

http://missaobeleza.blogspot.com/

Carolinne disse...

geente, esse blog é incrivel, quantas reliquias rsrs

http://www.mova-me.blogspot.com/

Tsu disse...

Oi Rubi!
Agora eu quero MUITO ver esse filme! Ele já consta na minha lista de filmes para ver e depois dessa resenha..ah eu quero muito ver! De verdade!

Então, ninguém conhece Witch Hunter Robin..a série é pouquissmo divulgada, mesmo sendo excelente. 0_0 Caramba, sua amiga tinha imagens desse anime? Eita, então ela tem bom gosto!
Olha eu vi esse filme do ASprendiz de Feiticeiro...não recomendo. É uma obra muito pop e infanto-juvenil, na linha de Percy Jackson..totalmente dispensável. Bom, essa é minha opinião depois de assistir. Rs
Opa! Então vamos. para um evento otaku! Se quer tirar bastante fotos, recomendo ir no de janeiro que atrai muita gente de outros estados também. Tens msn?
bjs

http://www.empadinhafrita.blogspot.com

Ana Ferreira disse...

Rubi,
Adorei o tema do filme, parece um clássico realmente emocionante e, pelos comentários dos amigos, como a Jane, só foram compravadas as suas impressões.

Beijinhos,
Ana - Na Parede do Quarto

Felipe Aldemir disse...

vou começar a ler agora..
gostei do template
http://felipehelloween.blogspot.com/

@jooy3 disse...

Nossa adorei essa história.
Acho mt mt mt louco essas coisas de espíritos e tals *-*
Passa lá?
http://jooymartins.blogspot.com/
Beijos

Kuki Bertolini disse...

Rubi,só de ouvir essa bela música sinto vontade de chorar. Um dos filmes mais belos que já vi do cinema mudo e dos filmes atuais. Obrigado pela chance de comentá-lo em seu blog.E sempre vou agradecê-la por ter me indicado essa obra prima do Fritz. Um grande abraço!!! =D
http://thecinefileblog.blogspot.com/

Kuki Bertolini disse...

Rubi,se ajudar quem estiver afim de ver o filme, posso passar os links para baixar!!! Qualquer coisa, só me avisar!! Grande abraço!!! =D
http://thecinefileblog.blogspot.com/

Blog UaiMeu! disse...

Não conhecia esse filme Rubi! Mas acho toda e qualquer dica maravilhosa!
Parabéns!

Leonardo disse...

Pois então, você me recomendou o filme, mais ainda não tive tempo de assitir... tem vários motivos pra eu ver... ser do Fritz Lang, ser considerado um grande filme pelo mestre Hitchcock, e por que eu confio no seu bom gosto hahaha... Quando eu ver te digo o que achei :D

Only Myself disse...

Olá Rubi!!!
Sabe que eu adoro visitar seu cantinho? Aqui sempre encontro coisas interessantes, esse filme por exemplo parece ser muitíssimo bom, fiquei curiosíssima para assistir!
Vou tentar ver o filme, obrigado pela dica moça.
Beijinhos!!!
Beatriz Paixão
<3

disse...

Fiquei muito feliz pelo seu comentário no meu blog e pelos elogios... Obrigada por me seguir.. também estou seguindo você. Abraços!! Estarei sempre por aqui!

Damiana Fraga disse...

Obrigada por visitar o meu blog e ainda deixar um comentário.
Amei o seu, que com o conteúdo que tem, muito agrega a nossas vidas.

Anônimo disse...

Nossa, me pareceu bem bonito esse filme. Será que eu acho em dvd?

Alex Monteiro disse...

Nooossa
MEDO desse fiilme
Mas me pareceu muito bem escrito e dirigiido.
Pela história, o filme deve ser beem melhor que muitos suspenses de hj em dia ¬¬'
As votações estão abertas!
Escolha o melhor do Ano *-*
http://cantinhocomtudo.blogspot.com/

Blog UaiMeu! disse...

Logo de cara a capa já chamou atenção diferente e as fotos tb são meias sinistras chamam atenção , sinceramente não sei muito sofre essas religiões mas que filme que envolve espiritismo é bem interessante é e sempre emociona muito.
Ricardo

Gavriel disse...

parece ser um bom filme, eu sinceramente acho que os filmes de antigamente ou baseado em historias passadas mais legais doq os atuais!!
aqui em casa eu tenho telecine cult e fico viciado rs!

Felipe Aldemir disse...

Bacana, Seu blog é bom de mais cara, continue assim..
queria que os outros blogs fossem assim como o seu.
leve, bom e bacana. parabéns!

http://felipehelloween.blogspot.com/

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top