sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Buddy Holly

Nascido Charles Hardin Holley no dia 7 de setembro de 1936, Buddy Holly além de ser cantor e compositor, é considerado o pioneiro do estilo rock and roll. Ao longo de sua carreira, influenciou muitos grupos, e até hoje, continua influenciando os mais jovens. Filho de músicos, passou sua infância no Texas, onde aprendeu a tocar violino, piano e guitarra. Quando tinha apenas cinco anos de idade participou de um concurso interpretando a canção "Have You Ever Gone Sailing (Down the River of Memories)". Na década de 50 conheceu Bob Montgomery e juntos, apresentaram-se como "Buddy e Bob", nos clubes locais.

Em 1955, Larry Welborn uniu-se a dupla; o talento dos três jovens impressionou tanto o público, que todos foram convidados a abrir o show de Bill Haley & His Comets. Posteriormente, Buddy assinou seu primeiro contrato com a Decca Records e criou o The Crickets, juntamente com Niki Sullivan, Joe B. Mauldin e Jerry Allison. Em meados da década de 50, Norman Petty fez com que o grupo assinasse contrato com a Coral Records, sendo assim o único grupo a ter dois contratos ao mesmo tempo. A banda The Crickets liderada por Buddy Holly ganhou destaque com uma apresentação no programa The Ed Sullivan Show e The Arthur Murray Party com a música Peggy Sue, considerado um hit na época, juntamente com Oh Boy!, dos álbuns The "Chirping" Crickets e "Buddy Holly", respectivamente.

Em 1958, Buddy casou-se com María Elena e lançou o álbum That'll Be the Day que continha os singles "Blue Days, Black Nights" e Modern Don Juan, e escreveu, para sua mulher, a canção True Love Ways. Após uma boa sequência de gravações, o grupo se separou com a última turnê na Inglaterra. Buddy decidiu estabelecer-se em Nova York, dando continuidade a sua carreira solo. Durante este período gravou "Crying, Waiting, Hoping", What to Do, It Doesn't Matter Anymore e Raining In My Heart. No dia 2 de fevereiro de 1959, depois de um show em Iowa, Buddy Holly, Ritchie Valens e J.P. Richardson, que viajavam juntos, morreram tragicamente num acidente aéreo. A morte prematura do marido, deixou María Elena desolada, tanto que aos 6 meses de gravidez sofreu um aborto espontâneo. A morte de Buddy Holly aos 22 anos de idade, comoveu milhares de fãs por todo o mundo, levando o cantor e compositor Don McLean a definir a data como "o dia em que a música morreu", imortalizando este momento na canção American Pie.

A vida e carreira do jovem Buddy Holly serviu de inspiração para muitos diretores, dentre eles Steve Rash que produziu o filme "The Buddy Holly Story", estrelado por Gary Busey e lançado em 1978; que posteriormente deu origem a um musical na Broadway. O filme também reuniu familiares e músicos que comentaram a carreira de Buddy. Em 1987 foi a vez de Luis Valdez prestar sua homenagem com o filme La Bamba, que contava com Marshall Crenshaw e Lou Diamond Phillips nos papéis de Buddy Holly e Ritchie Valens, respectivamente. Dois anos depois o lançamento do musical Buddy – The Buddy Holly Story. No local onde ocorreu o acidente, foi erguido um pequeno monumento onde dois pilares sustentam um enorme óculos que ao longo dos anos foi a marca registrada de Buddy Holly; e outro formado por uma guitarra e três discos simbolizando Buddy Holly, Ritchie Valens e J.P. Richardson.

Curiosamente, somente em setembro de 2011, Buddy teve seu nome incluso na Calçada da Fama de Hollywood numa homenagem aos 75 anos que faria em vida. Aos interessados, deixo aqui algumas de suas músicas mais famosas: Oh Boy!, Peggy Sue, That'll Be the Day e True Love Ways.

11 comentários:

Tsu disse...

Oi Rubi!
O que mais me surpreende nesses atores "das antigas' é que todos tiveram uma carreira super relâmpago porque acabaram morrendo jovens.
HASHASH olha só! Eu nao esperava que você fosse tão fa de Sailor Moon1 Mas é fato que esse anime marcou uma geração e até hoje tem uma legião de fãs fiéis...eu particularmente não curto muito a história masd acho as personagens legais. ASHASH nossa eu gostaria muito de necontrar os cosplayers internacionais...e uma cosplayer que é minha ídola no ramo, a chinesa YaYa Han. *_*.
Ah eu to sempre sentando e deitando no sofá paraver desenho que não é anime! Gosto de ocisas nostálgicas depois de produções tensas rs. Estou brisdando com o Teatro dos Contos de Fadas...assista isso! Vc vai surtar ao ver os atores que aparecem em cada conto! Pra vc ter idéia no conto Bela Adormecida, quem faz o príncipe é Cristhopher Reeve!
bjs

Blog UaiMeu! disse...

Engraçado a gente sempre ouve que os pioneiros do Rock foram elvis,beatles e outros mais famosos mas lendo essas biografias vemos que esse e outros caras foram muito importantes pra música.
Abraço Ricardo

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Rubi, Como adoro vir a seu Blog, e o melhor de tudo além dos textos obviamente é esse seu "rádio", muito bom, isso nos auxilia a entrar nessa sua "nave" em direção ao passado.Nunca vou cansar de elogiar esse seu ótimo site.
Buddy Holly, conheço alguma coisa dele, a voz é ralmente incrivel, Morreu junto com Ritchie Valens, grande perca realmente em 1959 para o mundo da musica, ótimo ler seu texto, Parabens. Abração

Jopz_B1B disse...

Muito bom e com certeza uma grande perda para o rock ele ter partido tão cedo.

JOPZ

Aline Diedrich disse...

Ah se todos soubessem fazer rock and roll assim! E que bom se essas bandas novas que surgem buscassem essa influência.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

O Buddy era muito bom...

O Falcão Maltês

Beatriz Alencar disse...

Muitas artistas talentosos existiram antes dos Beatles... Eu amo os Beatles, mais as pessoas pensam que a historia da música começou com os Garotos de Liverpool. Sim, eles mudaram tudo, mais não foram os primeiros. É muito bom passar aqui e ver quem era os artistas antes da BeatleMania!

Anônimo disse...

Buddy Holly simplismente lindooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo e talentoso.

Anônimo disse...

Buddy Holly foi sem dúvida uma grande perda.

Anônimo disse...

Olha aí pessoal:prá quem gosta e é fã do Buddy Holly,existe um
filme,semelhante a La Bamba,que foi produzido no ano de 1978,
chamado A Vida De Buddy Holly (título brasileiro).Êsse foi exi
bido pêla SBT em 1986,e nunca mais foi reprisado.Também parece
que o mesmo nunca foi lançado no Brasil em VHS,ou mesmo passou
nos cinemas.O ator que o interpreta é Gary Busey,o mesmo de A
Hora Do Lobisomem ou Bala De Prata(1985).Talvez no Youtube se
consiga alguma coisa do mesmo.

Anônimo disse...

Vendo o filme Labamba e pesquisando sobre Ritchie Vallens, notei que, o nome Buddy Holley sempre aparecia. Procurei saber quem era Holley e descobrir músicas incriveis que curto até hoje, virei fã de Buddy Holley.

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top