quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

White Christmas - Elenco

Nascido Ira Dean Jagger no dia 7 de novembro de 1903, Dean Jagger foi um ator que deu início a sua carreira no final da década de 20. Sua filmografia soma mais de 100 títulos, dentre seriados e produções cinematográficas. Antes de trabalhar como ator, deu aulas trabalhou em programas de rádio. Em meados da década de 20 matriculou-se na Chicago's Lyceum Art Conservatory, para estudar teatro. Sua estreia no cinema aconteceu em 1929, ao lado de Mary Astor, no filme The Woman from Hell. Seguido por Brigham Young, Western Union, Sister Kenny e Raoul Walsh, nos quais teve um papel de grande destaque. No entanto, apesar de protagonizar diversos filmes, o Oscar só veio em 1949 com Twelve O'Clock High (ao lado de Gregory Peck), curiosamente na categoria de melhor ator coadjuvante. Em 1953 apareceu em The Robe, ao lado de Richard Burton e posteriormente, no clássico White Christmas, que contava com Bing Crosby, Danny Kaye, Rosemary Clooney e Vera-Ellen no elenco.

Da década de 50 a década de 60 vale ressaltar as seguintes produções: Bad Day at Black Rock, X the Unknown, King Creole (onde ele era pai do Elvis Presley), Elmer Gantry (a produção recebeu três Oscar), The Kremlin Letter e Vanishing Point. Na televisão teve destaque nas séries Mr. Novak, This Is the Life e The Twilight Zone. Na década de 70 voltou as telas do cinema, na produção The Glass House seguido por The Stranger. Na década seguinte, encerrou sua carreira com o seriado Hill Street Blues. No dia 5 de fevereiro de 1991, aos 87 anos, Dean faleceu vítima de um ataque cardíaco. Casou-se por três vezes, a primeira com Antoinette Lawrence, a segunda Gloria Ling (com a qual teve uma filha) e Etta Mae Norton, com a qual permaneceu até a morte. Pelo seu brilhante trabalho no cinema, foi homenageado com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

Nascida Mary Isabelle Wickenhauser no dia 13 de junho de 1910, Mary Wickes foi uma renomada atriz de sua época. Aos 18 anos formou-se em ciência política e uniu-se a Phi Mu (uma organização de mulheres). Em 1934 marcou sua estreia na Broadway ao lado de Henry Fonda, na peça The Farmer Takes a Wife. Antes de estrear no cinema trabalhou no rádio, e em 1942 ao lado de Bette Davis, apareceu na produção The Man Who Came to Dinner, seguido por "Now, Voyager" e June Bride (ambos com Bette Davis). No mesmo ano, destacou-se na comédia Who Done It?, protagonizada por Abott e Costello. Entre as décadas de 50 e 60 fez By the Light of e Silvery Moon and On Moonlight Bay (ambos estrelados pela Doris Day); The Trouble with Angels e "Where Angels Go, Trouble Follows" (com Rosalind Russell); White Christmas e The Music Man . Na televisão apareceu no Mickey Mouse Club, num episódio de I Love Lucy e nas séries Bonino, The Halls of Ivy, Alfred Hitchcock Presents, G. Goes to College, The Doris Day Show, Sigmund and the Sea Monsters, Our Man Higgins, M*A*S*H, Cimarron, The Love Boat, Kolchak: The Night Stalker e Murder, She Wrote.

Curiosidade a parte, Mary serviu de inspiração para a personagem Cruela Cruel de One Hundred and One Dalmatians (101 Dalmatás). Em 1979 voltou aos palcos da Broadway com Oklahoma! e nas telas com: Postcards from the Edge, Little Women, Father Dowling Mysteries e a sequência que a consagrou, Sister Act e Sister Act 2: Back in the Habit (1992 e 1993, respectivamente). Em seus últimos dias, dublou a gárgula Laverne na animação O Corcunda de Notre Dame e no dia 22 de outubro de 1995 faleceu, aos 85 anos, vítima de inúmeras doenças.



Outros atores (seguindo a ordem das imagens acima): Anne Whitfield, I. Stanford Jolley, Barrie Chase e Bing Crosby; John Brascia.

11 comentários:

Lele Fernandes disse...

Nossa, um elenco e tanto, hein? Todos pareciam muito talentosos.

http://estilooque.blogspot.com/

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Olá Rubi, Como Vai?
Quanto mais eu Leio sobre "Natal Branco", mais eu tenho vontade de assisti-lo.... e mais um ano,mais um natal que passa em "branco" sem o lançamento dele em dvd..... aaaff...

Ótimo texto,Parabéns

Abração

t+

Blog UaiMeu! disse...

São duas biografias ricas os dois fizeram muitos filmes mas a que me chamou mais atençao foi a biografia da Mary Isabelle pelo fato dela ter sido inspiração para a cruela cruela,muito bacana isso!!!
Abraço ricardo

M. disse...

REalmente este elenco é nota mil!

Anônimo disse...

Great cast!

Ana C. disse...

passando pra deixar um beijo
desejar Luz
e dizer que foi bom passar o ano entre lindas palavras...

Aline Diedrich disse...

Seu blog é uma verdadeira aula sobre música e cinema, Rubi! Ele precisa virar um livro, eheheheh...

Blog UaiMeu! disse...

Oi Rubi já comentei nesse post mas voltei aqui pra dizer que nós desejamos a vc um Feliz Natal e 2012 estamos estaremos aqui prestigiando cada vez mais o seu blog.
Abraço Blog UaiMeu!

disse...

Que legal lembrar estes coadjuvantes. Não é sempre que presto muita atenção a eles nos filmes, tanto é que já vi vários títulos com esses atores e não me lembrava deles.
Beijos e um feliz Natal!

Tsu disse...

Oi Rubi!
Bom, eu não conheço muitas obras do terror japonês mas acho que eles em obras boas e ruins. Tipo, Dark Metrô ficaria muito bom se fosse transformado em filme..ele tem roteiro para isso.
Ah um post sobre Laranja Mecânica..vou bridar legal nele! De preferencia poste-o no finla de semana pq assim posso fazer um comment gigante ahshashahsahs.
Ah dessa vez vc comentou num artigo recente, logo, ele não será reescrito kkkkk.
Ah nossa muito obrigada pelo link! Vou passar para meu pai ninja e ele baixa e grava num dvd pra mim hohohoh.
brigadão!
bjs

Bk. disse...

haha vc não é a unica que conheço que n curte Titanic, mas acho que é a unica que n curte pq é muito romantico kkkk :P

Eu não conhecia esse White Christimas hehe .
Feliz natal floor! :)) Jesus te abençoe

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top