sexta-feira, 20 de abril de 2012

Theresa Giehse

Nascida Therese Gift no dia 6 de março de 1898, Theresa Giehse foi uma consagrada atriz alemã do  cinema e teatro durante a década de 20. Sua estreia nos palcos ocorreu em 1920 e seu talento nato conduziu-a as telas de cinema em 1928 com o filme Der Fremdenlegionär, seguido por Der Liebesexpreb, "Peter Voss, der Millionendieb ", Nacht der Versuchung, Die verkaufte Braut, Die Zwei vom Südexpress, Der Meisterdetektiv e Rund um eine Million. Entretanto, devido a sua descêndencia judaica, em 1933 viu-se obrigada a abandonar os teatros alemães e fugir para a Suíça com a chegada do nazismo.

Estabelecida em Zurique, deu continuidade a sua carreira artística trabalhando em pequenos cabarés, onde conheceu a, então, escritora Erika Mann com a qual fundou o cabaré Pfeffermühle. Algumas fontes indicam que Erika também estava exilada, e que curiosamente, teria se mudado para Zurique no mesmo ano em que Therese. Em maio de 1936, casou-se com o escritor homossexual John Hampson, com o objetivo de obter um passaporte britânico e, com isso, evitar a perseguição nazista. Ainda na Suíça, trabalhou em alguns filmes onde interpretou papeis de pouca importância até ser convidada por Hans Richter para atuar com destaque no curta Hans im Glück em 1937.

Em 1941, atuou na peça de Bertolt Brecht, Mother Courage no Schauspielhaus Zürich, e contracenou no filme Anna Karenina ao lado da consagrada Vivien Leigh (1948).Com o término da Segunda Guerra Mundial, retornou para sua terra natal onde deu continuidade a sua carreira artística, livre da submissão nazista, e em 1950 estrelou a segunda versão da peça Mother Courage and Her Children, desta feita no Munich Kammerspiele. Ao longo do período de 1950 a 1960 conduziu sua carreira teatral interpretando vários papéis principais, e emprestando seu talento a várias produções cinematográficas. Destacam-se neste período: Roman einer Siebzehnjährigen, Mädchen in Uniform (como a diretora), Petersburger Nächte, Sturm im Wasserglas, entre outros.  Sua filmografia conta com mais de 20 participações em produções em vários países da Europa e uma série de programas para TV. Em 3 de março de 1975, aos 76 anos de idade veio a falecer pouco depois de sua última aparição nas telas, no filme Black Moon. Em 1988, uma justa homenagem contemplou-a com um selo comemorativo em prol da Women in German history series.

7 comentários:

Iza disse...

Legal a história dela.
Achei bem legal!
Beijos ;)

Beatriz Alencar disse...

Interessante a história da Theresa!! É uma pena que esses filmes alemães sejam tão difíceis de serem encontrados no Brasil :(

disse...

Mais uma artista que fugiu do nazismo!
Também acho uma pena que filmes alemães sejam difíceis de encontrar no Brasil. Você fala alemão ou tem intenção de aprender? Assim fica mais fácil vê-los, mesmo sem legenda.
Beijos!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Tem um rosto muito forte.

O Falcão Maltês

Patrícia disse...

Que sacrifício a pessoa não fazia pra fugir do nazismo, não é? Parece além de boa atriz ter sido uma mulher de muita fibra, gostei. Bjs, Rubi

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

Tu espacio esta lleno de historias muy interesante,con tu permiso no me las pierdo siempre que puedo,un placer leerte,un abrazo.J.R.

Bruh Worspite disse...

Carreira de sucesso!
Acho essa atrizes do passado lindas e com grandes histórias!


Bjss
http://bruhworspite.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top