segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Magnólia - O Barco das Ilusões - Show Boat (1936)

Estrelado por Irene Dunne, Allan Jones, Paul Robeson e Hattie McDaniel; Show Boat foi baseado no musical de Jerome Kern e adaptado por Edna Ferber. O filme ganhou diversas versões ao longo dos anos, dentre elas, a de 1951 com a ilustre presença de Ava Gardner, porém, a que ocupa a 24ª posição na Lista dos 25 Maiores Musicais Americanos de todos os tempos é a de 1936, produzida pelo "Mestre do Horror", James Whale. A história começa com a chegada do Cotton Blossom (o barco) no Rio Mississippi. Magnólia Hawks (Irene Dunne), filha de artistas e administradores; realiza pequenas apresentações ao lado de sua amiga Julie LaVerne (Helen Morgan), a qual é a grande estrela. Durante uma parada, é surpreendida pelo elegante Gaylord Ravenal (Allan Jones), um jogador profissional que vive de suas apostas. Após uma sequência de músicas e da brilhante atuação de Hattie McDaniel, Julie é presa juntamente com seu marido por ser mulata e não estar legalmente casada. Desesperado, o pai de Magnólia decide colocar a própria filha como grande estrela, convidando Gaylord para ser seu par. Depois de uma série de declarações, Magnólia aceita o pedido de casamento, contra a vontade da mãe, e tem uma filha, a pequena e talentosa Kim.

Agora vivendo em Chicago, passa por grandes dificuldades ao lado do marido, o qual não tinha a mesma sorte de outrora. Frustrado e decepcionado, Gaylord abandona Magnólia, culpando-se pela situação e infelicidade de ambos. Abandonada, é obrigada a criar a filha sozinha, fazendo dela uma grande artista. Num outro lado da história, Julie, também abandonada pelo marido, aparece sozinha e cercada de garrafas. Apesar de tentar retomar sua vida de artista, opta por ajudar Magnólia e sua filha. Dez anos depois, Kim aparece como grande estrela nos mais diversos teatros da região, e durante uma peça na Broadway o inesperado acontece, transformando a apresentação num reencontro emocionante. Apesar de ser considerado um clássico, diversas passagens do filme nos mostram um lado triste, porém realista do racismo na época.

Ressalto aqui o caso de Paul Robeson (Joe), que era perseguido pelo governo americano por ser negro e ativista/comunista. Outra passagem que vale a pena comentar é o uso da maquiagem para substituir os negros no palco; numa apresentação de Magnólia, pode-se perceber que todos os "negros" presentes utilizam-se dessa técnica; e por último, o caso de Julie, que foi presa por ser mulata. Sucesso nas bilheterias, passou grande tempo fora de circulação, devido a presença de alguns artistas. O filme voltou as telas depois de muitos anos, e foi comercializado, inicialmente em VHS e posteriormente em DVD, quando foi lançado em 2003. Aos interessados, deixo aqui o filme que está dividido, porém completo.

16 comentários:

leandroaleixo disse...

Parece ser muito bonito!! podia passar esses filmes em algum canal ne!! ou dias sei la..vlwlw!

leandroaleixo disse...

É so voce ver la nos marcadores do Parabens!!!
Mais sera que o filme ainda tem para alugar??vlwlw eu gostei pq e diferente!!vlwlw!

MARCO disse...

não conhecia ess filme

e a indicação seria dark tranquillity: therein não é tão antiga mas talvez tu goste se não conhecer a banda

Blog UaiMeu! disse...

Que post bacana? Adorooo filmes assim que vc se diverte vendo e é maravilhoso não? A empregada na foto do meio parece a da Scarlet Ohara em "O vento levou" mas não sei se é... rs

Abraços
Renata

Kuki Bertolini disse...

Rubi,fiquei tri interessada em assistir esse filme,vou tentar achar o link pra baixá-lo.Ver pelo you tube é meio cansativo demais.Se eu achar,compartilho com vc!!!Me diz uma coisa,já assistiu Nosferatu?Se já viu,o que achou?Eu ía adorar ver um post dele aqui no seu blog!!!Baita abraço,menina!!Muito bacana teu post!! =D
http://thecinefileblog.blogspot.com/

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Muito bom... A Irene Dunne está ótima... e tem a maravilhosa Hattie McDaniel. Gosto mais dessa versão...


O Falcão Maltês

Bruna Worspite disse...

Gostei da história
O filme parece ser bem interessante
Como vc deixou link pra baixar, irei baixar ^^


Bjs
http://bruhworspite.blogspot.com/

Júnior Ahzura disse...

Magnólia! Quando li o título fiquei na dúvida se fosse o filme dos EUA, ou do Japão! Que loucura!

De tempos em tempos, passo pra refrescar minha memória e ficar mais feliz!

@jooy3 disse...

Nossa, o preconceito foi mais que explícito nesse filme :O
Ah que bom que você gosta das minhas fotos *-* hahah
Da uma passadinha lá?
http://jooymartins.blogspot.com/
Beijos

BLOG DO XANDRO® disse...

Oi,amiguinho(achei legal seu blog),visite/siga o Blog do XANDRO(meu blog)vc vai gostar!;)

http://blogdoxandro.blogspot.com/

Anjo Noturno disse...

Adorei o nome Show Boat rs
Bj passa la tbm ;)

TELMA GUEDES disse...

eu adoro essas preciosidades...gostaria de dedicar mais tempo a elas, não tem nada mais gostoso do q assistir bons filmes! em princpio, adorei o cartaz e a indumentaria!!!!otima semana p vc Rubi! bjao!!!!

Paula disse...

Hum deve ser mto bom..
Pena não ser exibido atualmente...
Alguns filmes assim são bem dificeis de se encontrar

Tsu disse...

Oi Rubi!

Esse filme se não me engano, consta na lista dos 1001 Filmes para Ver Antes de Morrer...se não foi nesse livro que li sobre, certamente li algo sobre ele em outro lugar, pois o roteiro não me é estranho.

hohohohoh! Sim, a Enma Ai é uma personagem meio assustadora, mas ela transmite um tipo de beleza meio expressionista com aqueles olhos enormes 0.o, uma boneca de porcelana japonesa.
Bom, eu vou dar uma pesquisada sobre os agentes da Equipe Rocket e tentar elaborar um post...lembro de uma revista do pokémon que eu tinha e falava sobre mas nem sei onde ela está agora. Vou ter que reunir informações da web e usar minha cabeça para tentar bolar um texto sobre cada um.
Olha eu não acompanho o desenho do pokémon á muito tempo mas pelo que me disseram a versão de agora está horrível, indo de mal áq pior e repleta de enrolação e mesmice. E eu concordo..para mim, pokémon acabou na época dos games Gold/Silver. Depois começou a ficar exaustivo, criaram pokémons estranhos e só um ou outro se salva. Sem falarque o Ash me irrita profundamente e o Pikachu também. E olha que antes eu gostava do Pikachu.
Hum, eu deveria fazer esse comentário sobre qual filme? Eu topo fazer sim1 Como não é muita coisa, posso fazer e te enviar sem problemas, seria uma honra!
bjs

http://www.empadinhafrita.blogspot.com

disse...

Tenho muita curiosidade de ver esse filme... Paul Robeson acabou se "desentendendo" com Hollywood e abandonou o cinema em 1942, depois de "Seis Destinos". Os negros foram interpretados por muito tempo por brancos com a cara pintada. É o que acontece em "O Nascimento de uma Nação" e até nos musicais de Fred Astaire.
Quanto à versão com Ava Gardner, sempre me emociono ao final...
Beijos, Lê

♡ Jane dos Anjos ☆ disse...

Fiquei curiosa... vou dar uma pesquisada e ver se acho o filme pra baixar, me parece ser uma obra prima... é de admirar filmes dessa época falando sobre racismo e outras coisas... amei... passando e deixando um beijoooo...♥

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top