quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Werner Krauss

Nascido Johannes Werner Krauss no dia 23 de junho de 1884, Werner Krauss foi um ator alemão que realizou seus trabalhos entre as décadas de 10 e 50. Em 1901 matriculou-se na faculdade, porém, antes de concluir o curso abandonou as aulas para dedicar-se ao teatro. Dois anos depois, marcou sua estreia no Teatro Aachen e em 1913 seu talento foi descoberto pelo diretor Max Reinhardt que o levou para Berlim. Inicialmente desempenhou apenas papeis de pouca expressão. No ano seguinte, participou do filme Die Pagode de Joe May; porém somente a partir de 1916, após ser dispensado do serviço militar, ingressou definitivamente na carreira de ator de cinema. Desempenhando papeis de personagens sinistros, Krauss tornou-se uma celebridade mundial ao interpretar o personagem Dr. Caligari do filme "O Gabinete do Dr. Caligari" do diretor Robert Wiene.

Entre uma filmagem e outra Krauss mantinha-se fluente na participação de peças teatrais com destaque para Othello de William Shakespeare, onde interpretou o personagem título. Suas atuações, inclusive, levaram-no a Londres e Nova York. Na década de 30, foi nomeado "Actor of the State" e classificado como um embaixador cultural da Alemanha Nazista, por Adolf Hitler. Sua versatilidade artística atribuiu-lhe representar simultâneamente os mais variados personagens, principalmente o rabino Rabbi Loew e Sekretar Levy no filme Jud Süss do diretor Veit Harlan, uma verdadeira propaganda anti-semita. Devido ao seu grande talento, após o final da Segunda Guerra Mundial, Krauss foi perdoado e convidado para participar dos festivais de cinema alemães. Curiosamente, faleceu em 1959 em Viena, Áustria praticamente esquecido pelo público que tanto o reverenciou.

11 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Uma pena o envolvimento de Krauss com o nazismo...

O Falcão Maltês

Bruno Müller disse...

Adoro o Gabinete do Dr. Caligari. Deve ser um dos primeiros - senão o primeiro - filmes com uma virada surpreendente no final. São sei qual meu favorito do expressionismo alemão, este filme ou Nosferatu. Ambos são geniais.
Adorei vc falar sobre os bastidores do filme. Não conhecia muito sobre Werner Krauss e como o filme surgiu. Vai haver mais algum post sobre este filme?? Abraçoss

http://prunosland.blogspot.com/

*♡* Jane Dos Anjos *☆* disse...

Nossa depois de uma vida toda, trabalhando atuando e levando tanta cultura a todos, morrer assim, o ser humano as vezes é mal agradecido e esquecido, nunca tinha lido nada sobre ele, mais se percebe que foi feliz no que fazia, pois fazia com amor. Como sempre arrasando né Rubi.
Vou sim ver o filme é que recebi outra encomenda de caricaturas e agora to correndo pra fazer, são três e uma diferente da outra e quero dar o meu melhor... rsrsrsrs... Bjs

Lanny F disse...

Que pena que sua morte foi esquecida. Lamentável :/

Obrigada pela visita, seus comentários são sempre bem-vindos!
Um grande beijo,
sorvetedecupu.blogspot.com

M. disse...

Rubi, para mim você sempre leva os parabéns. Principalmente por nos brindar com tão ricas e precisas informações! Seu blog também é uma ótima enciclopédia de cinema.

Rodrigo Ferreira disse...

Muito boa a informação sobre esse homem.

Niguem sabe como ele faleceu, de doença ou de causas naturais.

esquizito isso...

http://rodrigobandasoficial.blogspot.com/

Blog UaiMeu! disse...

Tudo na vida é uma questão de escolha mesmo! Um excelente ator, vivencias no teatro e nas telas mas que era embaixador do nazismo. Uma pena!

Excelente post, Rubi!
Abraços
Renata

Tsu disse...

Oi Rubi!

Hum...Kraus...Dr.Caligari e nazismo..sou só eu ou achei essa coincidência tudo á ver uma coisa com a outra???

Opa, fico surpresa que Jigoku Shoujo tenha despertado sua atenção. Sim, eu também considero o gênero de terror/suspense o mais dificil de se trabalhar tanto em animes quanto filmes e livros. É preciso ser muito bom para desenvolver uma obra de qualidade. Aos meus olhos Jigoku Shoujo é sombrio mas não tanto. Considero o Monster (anime cujo artigo postei recentemente) muito mais sombrio e perturbador.
Com relação á Caligari,..blz!!! Basicamente vou falar quase a mesma coisa que falei no artigo que vc fez do filme e eu postei me ucomentário..acho dificil eu escrever algo muito diferente rs.
Sobre cosplay..bom pelo menos a maior parte das pessoas tem bom senso e faze cosplays legais e dignos, mesmo quando não são profissionais. Os meus cosplays são bem amadores mas tomo cuidado para fazer jus ao personagem e até hoje ninguém reclamou..pelo menos não que eu saiba XD.
Quanto á cosplayer que te mostrei..bom, a YaYa Han é profissional mesmo...e ela tem conhecidos valiosos, que disponibilizam maquiagem usada em filmes de hollyhood (acredite, ela fez a Ank Su Namur de Múmia...ficou perfeita! *.*).
bjs e bom findis!

http://www.empadinhafrita.blogspot.com

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Amiga, venha participar do novo QUIZ!
Abraços,

O Falcão Maltês

Carlos Natálio disse...

Actor fabuloso, ícone do expressionismo. Saudações de Portugal!

leandroaleixo disse...

Pelo jeito,este foi o cara..!>! Parabens a ele!

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top