terça-feira, 11 de outubro de 2011

O Chapolin Colorado

El Chapulín Colorado, ou O Chapolin Colorado foi exibido pela primeira vez na televisão em 1970 como parte integrante do programa Los Supergenios de la Mesa Cuadrada, estrelado por Roberto Bolaños, Rubén Aguirre, María Antonieta de las Nieves, Ramón Valdés, entre outros. Porém, o personagem Chapolin somente ganhou uma edição própria a partir de 1973, mantendo-se no ar até 1979, quando passou a fazer parte do "Programa Chespirito" junto com outros quadros. O Chapolin Colorado a princípio foi criado para ser uma sátira dos super-heróis americanos. Sem possuir o biotipo característico dos grandes super-herois, o "vermelhinho" (como era reconhecido) era fraco, medroso, desajeitado e de inteligência duvidosa; mas sempre conseguia resolver os casos. Sua entrada em cena, acontecia toda vez que alguém se achava em perigo e dizia um dos mais famosos bordões da série: "Oh, e agora, quem poderá me defender?". Atendendo ao apelo, o herói trapalhão aparecia causando confusão desde o início, utilizando um outro bordão que completava o primeiro: "Eu, o Chapolin Colorado. Não contavam com a minha astúcia!".

O arsenal do herói contava com as mais variadas armas: a Marreta Biônica, Corneta Paralisadora e as Pastilhas Encolhedoras. Trajando o seu tradicional uniforme vermelho com shorts e sapatos amarelos e as famosas Anteninhas de Vinil que detectavam a presença do inimigo. Ao longo da edição o seriado ganhou histórias alternativas com o personagem central Doutor Chapatín e outras com personagens totalmente independentes do texto original; na maioria das vezes, sátiras de contos clássicos, como por exemplo: Branca de Neve e os Sete Anões, Romeu e Julieta, Salomão e a Rainha de Sabá, Cleópatra, entre outros. Normalmente, as aventuras do super-herói colorado, resumiam-se em ajudar alguém em perigo contra os mais diferentes inimigos, que iam de simples ladrões passando por, bruxas, múmias, abominável homem das neves, e extraterrestres.

Dentre eles, o mais famoso com certeza foi o vilão, Tripa Seca, protagonizado por Ramón Valdés (o carismático, Seu Madruga do seriado Chaves). Outros vilões que se destacaram foram: Pirata Alma-Negra, Racha-Cuca, Conde Terra-Nova, Chefe Índio e Ladrão de Brinquedos (todos por Ramón Valdés); Mulher Alienígena, Rosa Rumorosa e Garota Nova-Rica (por Florinda Meza); Botina, Severiano Miron e Presidiario 24 (por Edgar Vivar); Quase-Nada, Fura-Tripas, Riacho Molhado, Professor Baratinha (por Carlos Villagrán); Matadouro, Porca Solta, Poucas-Trancas, Cientista Louco, Falsa Múmia, Pancho, Tchípulin e Marciano (por Ruben Aguirre); Bruxa Baratuxa e Rainha Má (por María Antonieta de Las Nieves); Louca dos Dinossauros e Bruxa da Branca de Neve (por Angelines Fernández); Vampiro (por Ricardo de Pascual); Coelho, Falso Chapolin e Pepe (por Horacio Gómez Bolaños).

Dos episódios mais conhecidos da série, destaco: A bruxa Baratuxa, A velha mina abandonada, O marciano microscópico, A tribo perdida, O verniz invisibilizador, Os assaltantes de banco, Os prisioneiros de Maria Bonita, O fantasma do pele vermelha, O cadáver morto de um defunto que faleceu ao morrer, Uma múmia bastante Egípcia, Injeção, não!, Ladrão que rouba ladrão está traindo o sindicato, A Corneta Paralisadora, entre outros.






Como informado no texto acima, além das histórias alternativas, Bolaños criou o personagem Dr. Chapatín com aventuras que se intercalavam aos episódios do Chaves. Esse personagem também fazia parte do programa Los Supergenios de la Mesa Cuadrada e somente em 1970 Bolaños passou a usá-lo em episódios de 20 minutos e posteriormente 45 minutos. O Dr Chapatín caracterizava-se por ser um velhinho impaciente fã de futebol. Atualmente, a série continua sendo exibida pelo SBT e Cartoon.

8 comentários:

Tsu disse...

Oi Rubi!

Sabe eu vou te paraberinzar de novo por dedicar posts á Chaves e Chapolim...são clássicos únicos que eu adoro demais.
O sucesso de Chaves e Chapolim é tal que mesmo hoje quando vou nos eventos otakus encontro pessoas de cosplay dos personagens! Já vi Chaves, Chapolim, Godinez e até mesmo a Bruxa do 71.
Eu flao que se um dia eu fizer cosplay de algum personagem da obra será o Kiko..só pra subir no palco e recitar o poema Mamãe Querida!

Ah os cosplays do anime Trinity Blood são mais do que perfeitos1 O da personagem Astaroch eu pretendo repostar com mais imagens, encontrei outras cosplayers dela que estão divinas!
Ah eu sabia que tu ia curtir o livro..ele é completo no que diz respeito á filmes clássicos. Esse Carruagem Fantasma eu baixei mas ainda não tive tempo de assistir. É que como ando constantemente com sono, se eu pegar um filme mudo para ver, corro o risco de dormir por mais interssante que ele seja,Então, só poderei assistir quando estiver mais calma no dia á dia.
E caramba1 A gente só se desencontra hohohoh...até agora nada de rolê o/ Temos que mudar isso! Quero te ver no ZW!
bjs

http://www.empadinhafrita.blogspot.com

Rodrigo Mendes disse...

Parte da minha infância e de uma grande geração retratados brilhantemente com informações ótimas nestes posts especiais do Chapolin e Chaves.

Acho Bolaños tão importante e especial como Chaplin e até Shakespeare...o pequeno chespirito. Rs!

Abraços Rubi. Muito bom!

disse...

Rubi, com essa série de textos sobre Chaves e Chapolin você conseguiu me fazer revisitar minha infância, ainda mais no Dia das Crianças!
Beijos!

Karla Hack dos Santos disse...

Ah.. Não contavam com a sua astúcia!!
Que saudades das tardes em que passava vendo Chapolin!!!
Sempre quis experimentar alguma daquelas pílulas de nanicolina!!!

Eu que sou esperta já estou seguindo os bons!!!

;D

Bruno Müller disse...

Adoro igualmente Chapolin e Chaves, embora em muitos aspectos eu considere o seriado do vermelhinho melhor (em aspectos técnicos, variedade de cenários e temas, etc). Não sei se vc chegou a ver o ultimo episódio de Chapolin. Foi muito emocionante ele se despedindo do público. Caso não tenha vista, taqui: http://www.youtube.com/watch?v=_3xoRiO7sPU
:)

*♡* Jane Dos Anjos *☆* disse...

OH! E agora quem poderá me defender?
EU!!
O Chapolin Colorado!
Não contava com minha astucia!!

Um marco na historia da TV!!
Não dá pra viver e não assistir uma unica vez as grandes historias desse heroi magnifico!!
Amei!! Bjs

Ravi Barros disse...

Aiai... mais um sucesso!
O que dizer do chapolin? meus três irmão, sendo o mais velho xom 25 anos, são fãs incondicionais do polegar vermelho, baixamos todos os episódios pois são uma ótima maneira de relaxar e dar boas e sadias gargalhadas!
Tripa seca foi um dos melhores vilões... sinto saudades dos tempos em que o SBT exibia a série o tempo inteiro! shuahsua

Fernanda Amylice disse...

Adorei seus posts sobre chaves e o chapolin.Quem nunca assistiu né? Pena que faz anos que o Chapolin anda sumido. Pelo menos aqui no Ceará não é mais exibido. O legal era ver os atores de chaves interpretando outros personagens. Fora que as histórias eram muito criativas.

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top