sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Shelley Duvall

Nascida Shelley Alexis Duvall, no dia 7 de julho de 1949, Shelley Duvall iniciou sua carreira na década de 70. Filha de corretora de imóveis e advogado, passou grande parte da sua infância no Texas com sua famíla e seus três irmãos. Antes de dar início a carreira artística, matriculou-se na Sinclair Elementary School e começou a trabalhar como vendedora de cosméticos. Na década de 70, durante uma festa foi descoberta por observadores do diretor Robert Altman, que a indicaram para um teste. Posteriormente Shelley foi convidada pelo próprio Altman para atuar em suas produções: Brewster McCloud, McCabe & Mrs. Miller, Thieves Like Us e Nashville. Em 1977, Shelley foi contemplada com o prêmio Cannes Film Festival e também pelo Los Angeles Film Critics Association, devido a sua brilhante atuação no filme 3 Women, curiosamente, outra produção de Altman. No mesmo ano, foi convidada por Woody Allen a fazer parte do elenco na comédia romântica Annie Hall; e fez uma breve aparição num episódio de Saturday Night Live.

Em 1980, chamou a atenção de forma negativa interpretando Wendy Torrance no clássico de Stanley Kubrick, The Shining (O Iluminado), ao lado de Jack Nicholson; pois apesar do enorme sucesso do filme, não agradou os críticos sendo, inclusive, nomeada pela Razzie Award como Pior Atriz. No mesmo período, gravou "Popeye" (o filme) interpretando Olive Oyl (Olívia Palito); porém a princípio pensou em recusar o papel devido a algumas brincadeiras de seu tempo de escola, no qual seus colegas caçoavam de sua aparência apelidando-a de Olívia Palito. Felizmente, Shelley aceitou o convite, e ao lado de Robin Williams, fez do filme um enorme sucesso. Após a controvertida atuação em The Shining e do sucesso em Popeye, Shelley interpretou alguns papeis como coadjuvante nas produções: Time Bandits de Terry Gilliam, Frankenweenie de Tim Burton e Roxanne de Fred Schepisi, na qual contracenou com Steve Martin. Vale lembrar que, apesar do sobrenome, Shelley não tem nenhum grau de parentesco com o ator Robert Duvall. Entre 1982 e 1987, Shelley produziu e atuou na série de TV Faerie Tale Theatre (na qual o tema era voltado a adaptações de contos de fadas).

Em 1985 deu vida a série Tall Tales & Legends, que apesar de ser composta por apenas 9 episódios, rendeu-lhe uma nomeação ao Emmy. Tres anos depois Shelley fundou sua própria empresa Think Entertainment, com a qual passou a produzir programas para tv a cabo baseado em contos de Edgar Allan Poe. Em 1993 após a produção da série Mrs. Piggle Wiggle vendeu sua empresa e afastou-se das atividades de produtora. Sem a responsabilidade de conduzir a Think Entertainment voltou a atuar em outras produções: Home Fries, Casper Meets Wendy, Tale of the Mummy, The 4th Floor, atuando pela última vez em 2002 no filme Manna from Heaven. Em 1994 após o terremoto Northridge, Shelley deixou a Califórnia mudando-se para o Texas, onde passou a viver em regime de reclusão. Atualmente, aos 62 anos de idade, em entrevista a Mondo Film & Video Guide, declarou que está bem consigo mesma e vive cercada de animais de estimação. Salientou que ainda recebe vários scripts, porém está focada em escrever poesias; e apesar de sonhar com a publicação de um livro, não descarta a possibilidade de voltar a atuar.

13 comentários:

Bruno Müller disse...

Pô, sou fanzaço da Shelley Duvall. Muito bom seu post. Eu não sabia de algumas coisas q você mencionou. Ainda não assisti Tall Tales & Legends, mas tenho muita curiosidade. E ela tá demais em Annie Hall! Também escrevi sobre ela a um tempo atrás, mas focando mais no Faerie Tale Theatre (se tiver curiosidade de ler tá aqui o link: http://prunosland.blogspot.com/2011/08/shelley-duvall-e-o-teatro-dos-contos-de.html)
Parabéns pelo post, até mais, Rubi!

Kiko Lemos disse...

Shelley Duvall nunca foi uma grande atriz, particularmente acho, sempre achei suas atuações apenas regulares. Gosto muito em "Renegados até a última rajada" (Thieves Like Us), no mais sempre foi mediana.

Grande abraço

leandroaleixo disse...

Essa é maravilhosahein!! que coisa ..adoreii conhece-la!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Sempre gostei da Shelley Duvall, do seu tipo frágil... Ela está ótima como Olivia Palito no filme de Altman.

O Falcão Maltês

Samy Campos disse...

Muito legal, nossa eu não minto, não sabia que era ela que fez olivia.

Alex Monteiro disse...

Saudades dakí :)
Que olhos hem?
Nesse caso eles falam de verdade *o*
Passando pra avisar que teve a estréia a nova Web Novela do "Cantinho com Tudo"
Espero vc lá! :)
http://cantinhocomtudo.blogspot.com/

Tsu disse...

Oi Rubi!

Ah a Shelley....vc esqueceu de mencionar que ela produziu o seriado do Teatro dos Contos de Fadas, que aqui no Brasil foi exibido pela tv Cultura como Contos de Fada. Ela apresentava o conto e chegou a participar ativamente de alguns episódios.

Ah por favor no ano que vem esteja no ZW mais cedo para aproveitar o evento! Ah mas não tem que se preocupar em estar á caráter ou não...no começo eu ia super normal mas bastava cumprimnetar alguém que eu já ficava com sangue falso ahshash...tem gente que toma banho de sangue falso ai quando toca em você fica todo manchado rs.
Esse meu post sobre o Langdon e Dan Brown não irei refazer ou repostar ahshashash ! Dessa vez não vou dar bronca!
Bom eu particularmente acho os livros do Dan Brown legais, mais pelas referências históricas do que o enredo em si. Eu recomendo que vc veja..leia Anjos e Demônios deppis Código da Vinci!
bjs!!!!!

Blog UaiMeu! disse...

Não sabia que a Shelley Duvall tinha feito a Olivia Palito, interessante pq ela é bem mion para o personagem. Acho interessante tbm qdos os atores atingem uma certa notoriedade ai saem do foco ficam reclusos em algum lugar... ela decidiu ir pro texas e escrever poesia... lá isso funciona pois os cachês dá esse direito para a pessoa fazer o q desejar sem precisar de tanto dinheiro assim

abraços Rubi

Renata

M. disse...

Oi Rubi! Saudades de vir aqui! Tive umas semanas de muito trabalho e correria. Vir aqui é aprender um pouco mais sobre a sétima arte! Seu blog é show!

Bk. disse...

aaa ela foi a Olivia Palito! *-* que linda!!
http://largataazul.blogspot.com/

Karla Hack dos Santos disse...

Sempre amei este olhar dela....
Não sabia que ela havia feito a Olivia Palito.. quer dizer, nunca tinha associado a mulher de O Iluminado ali! hehehehe
Nossa.. olha que trajetória a dela... Agora vivendo em reclusão, mas bem - que é o essencial!

;D

Mesquita disse...

Ela está muito linda na primeira foto.

Eu só me lembro dela como a esposa do louco (interpretado pelo Jack Nicholson)em O Iluminado.

Maurício disse...

Eu nao sabia que ela tinha interpretado a Olivia palito, nao conhecia ela alem do filme O iluminado. Pensei até que ela tivesse feito a Mortiça da familia adams... Quanto a interpretação dela no filme O iluminado, achei estranho esta é a palavra certa, mas nem por isto uma má interpretação, achei ela simples, dramatica, meio boba na sua atuação. Mas sou fã dela por este papel. A critica, quando feita de um grande filme a uma atriz/ator pode acabar com a carreira de alguem, felismente ela não se abateu.

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top