terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Natalie Talmadge

Nascida em 29 de abril de 1896, Natalie Talmadge tornou-se uma consagrada atriz do cinema mudo ao lado do marido Buster Keaton. Vivendo a sombra de suas irmãs Norma e Constance Talmadge, figuras notórias do cinema da época, Natalie estreou nas telas em 1916 ao lado de D.W. Griffith no filme Intolerance (Intolerância), no qual desempenhou o papel de três personagens diferentes; mas infelizmente sequer foi creditada no histórico da produção. Nos anos seguintes, permaneceu executando papeis secundários sem muita expressão nos filmes His Wedding Night, A Country Hero, The Isle of Conquest, The Love Expert e Yes or No. Nesse meio tempo, mantinha um relacionamento incomum com Buster Keaton, os dois, apesar de namorados, chegaram a ficar por quase dois anos sem comunicação. Em janeiro de 1921 Natalie enviou uma carta ao amado pedindo que voltasse pois estava pronta para assumir um compromisso mais sério; atendendo ao pedido Keaton retornou a Hollywood, onde os dois se casaram em 31 de maio do mesmo ano.

Contudo, o casamento foi limitado a uma simples cerimônia civil pois Keaton tinha aversão a religião e não aceitou casar-se na igreja. A partir de então, a carreira de Natalie tomou novos rumos e ela deixou de ser a eterna coadjuvante. No mesmo ano de seu casamento, estrelou no filme Passion Flower onde desempenhou o papel principal. Ao longo de suas vidas conjugais tiveram dois filhos: Joseph e Robert e justamente após o nascimento deste último, Natalie decretou o fim da relação sexual entre os dois. Keaton que até então mantinha-se fiel a esposa, respeitou sua decisão porém não abdicou de sua condição de homem procurando a satisfação de seus desejos fora do matrimônio. Em paralelo com a vida de casada, Natalie participou de inúmeras produções ao lado do marido chegando a condição de estrela a partir do filme Our Hospitality (Nossa Hospitalidade) um clássico do cinema mudo. Com o declínio da carreira de Buster após o contrato com a MGM, seu casamento começou a sucumbir e Natalie via o marido se entregar ao alcoolismo, porém, o relacionamento ruiu de vez quando Keaton convidou uma de suas amantes para ir até sua casa.

Amargurada, Natalie anunciou o divórcio em 1932. As consequências dessa rude separação fizeram com que Natalie alterasse o sobrenome dos filhos e proibisse qualquer contato com o pai. No ano seguinte, assumiu um novo relacionamento, desta vez com o ator Larry Kent, porém não se estendeu por muito tempo. Sozinha, Natalie passou a desenvolver alguns hábitos nocivos a sua saúde, passou a beber e fumar em demasia; e muitos atribuíram esta estranha mudança ao ódio que sentia pelo ex-marido. Em 19 de junho de 1969 aos 73 anos de idade, muito debilitada, Natalie veio a falecer vítima de insuficiência cardíaca. A história real de suas vidas, no entanto, não refletiram no sucesso e carisma que os dois protagonizaram nas telas de cinema através das inúmeras produções nas quais pareciam um casal eternamente apaixonado.

8 comentários:

Blog UaiMeu! disse...

Olha só naquela época já existia namoro a distância ,curioso isso kkkk mais curioso ainda é a decisão dela de não querer mais ter relações sexuais com o marido kkkkk Acho que ela poderia casar umas mil vezes que não daria certo kkkkkk A biografia dela é um tanto curiosa
Abraço ricardo

Fabi disse...

que perola!

Bruna Worspite disse...

Linda história de vida, essa realmente eu não conhecia.


Bjs
Boa semana
http://bruhworspite.blogspot.com/

Kodry disse...

Adorei o blog muito interessante mesmo!


Blog da Kodry
Promoção de Verão KODRY. Até 50% OFF, confira!
Loja Online Kodry

Antonio Nahud Júnior disse...

Gosto muito da Norma, irmã de Natalie.

O Falcão Maltês

Sonhos Pré-Concebidos disse...

haha adorei
obg pela visita rs
volte sempre que quiser, ok? tem post novo
bjks, Nícia

disse...

Conheço mais o trabalho de sua irmã Constance, que está sensacional em "Intolerância". Nem sabia que Natalie estava no filme. Outro extra famoso foi Douglas Fairbanks.
Muito bom ter se lembrado dela. No IMDB, só constam nove produções em sua filmografia.

Beatriz Alencar disse...

Realmente, a biografia dela é curiosa... Natalie Talmadge parece aquele tipo de ouro que passou por Hollywood e ninguém notou...ótimo post.

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top