quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

The Wind - Elenco

Assim como toda a nação brasileira, também compadeço da dor das famílias de Santa Maria/RS; aos jovens que se foram resta-nos elevar uma prece para que encontrem a luz o quanto antes, e para os familiares e amigos uma outra prece para que possam aprender a conviver com essa dor, pois ela nunca poderá ser superada ou esquecida.

Nascido em 15 de março de 1877, Harry Montague Love, que mais tarde adotaria o nome artístico Montagu Love, foi um ator inglês de cinema e teatro que começou sua carreira no vaudeville. Durante sua infância na Inglaterra, trabalhou como artista e correspondente militar até conseguir um bom emprego como cartunista de um jornal de Londres. Seu amor pelo teatro fez com que partisse para os EUA acompanhado do ator e gerente de empresas Cyril Maude em 1913. Sua estreia ocorreu no ano seguinte no filme The Suicide Club seguido por Hearts in Exile, The Face in the Moonlight, Sunday, A Royal Family, The Greater Will, entre outros. Curiosamente, Montagu geralmente aparecia como vilão em seus filmes, e em 1921 seu trabalho foi reconhecido graças a brilhante atuação em "Forever".

A partir da década de 20, passou a trabalhar em produções grandiosas ao lado de verdadeiros ícones do cinema, dentre os grandes filmes dessa época, destaque para The Son of the Sheik com Rodolpho Valentino, Don Juan ao lado de John Barrymore e The Wind, onde contracenou com Lillian Gish. Em 1929 marcou sua estreia no cinema falado com o filme The Haunted House, mas só obteve reconhecimento dois anos depois por sua atuação em The Mysterios Island, juntamente com Lionel Barrymore. A este seguiram-se clássicos como  The Prince and the Pauper (com Errol Flynn), The Life of Emile Zola (com Paul Muni), The Prisoner of Zenda, The Adventures of Robin Hood, Gunga Din, The Sea Hawk, The Mark of Zorro (com Tyrone Power) e Shining Victory. Em sua vida pessoal, casou-se duas vezes, com Marjorie Hollis e Gertrude Love. Com uma filmografia que soma quase 200 títulos dentre 1914 à 1942, quando fez seu último filme Devotion, que foi exibido somente em 1946. Faleceu no dia 17 de maio de 1943 aos 66 anos de idade.

Dorothy G. Cumming nasceu no dia 12 de abril de 1899 em New South Wales/Austrália, e foi uma consagrada atriz do cinema mudo. Com uma filmografia que soma mais de 30 filmes, dividiu sua carreira entre os EUA, Austria e Inglaterra. Marcou sua estreia em 1915 no filme  Within Our Gates. Dentre seus grandes papeis, foi a Virgem Maria em 1927 no filme  The King of Kings de Cecil B. DeMille e a esposa ciumenta em The Wind (1928). Apesar da grande soma de filmes protagonizados, encerrou a carreira em 1929 no filme Applause. Afastada das telas, passou a dedicar-se a sua segunda paixão que era a profissão de designer. Em sua vida pessoal, casou-se por duas vezes, com Frank Elliot Dakin (1922-1925) com o qual teve dois filhos Anthony Cumming e Greville CE Cumming; e com o designer Allan McNab em 1932. Faleceu no dia 10 de dezembro de 1983 aos 88 anos de idade.


 Outros atores (seguindo a ordem da imagem acima): Edward Earle e Leon Janney -  William Orlamond, Carmencita Johnson e Billy Kent Schaefer.

8 comentários:

Malu Silva disse...

Encanta-me passar por aqui e ver os grandes astros e estrelas do cinema. Sou apaixonada por filmes e pela trajetória de seus atores... uma ilusão que me é muito necessária. Sou fão número 1 deste espaço!!!

Abraços

Iza disse...

Elenco de primeira.
Conhecia poucos atores desse post.
Seu blog cada dia me ensina mais hehehe.
Beijão <3

Jefferson C. Vendrame disse...

Oi Rubi!
Quero muito assistir a The Wind!
Na verdade preciso assistir mais filmes mudos, tenho muito poucos e alguns títulos também são muito raros de encontrar!
Parabéns por mais esse post, você como sempre esta de parabéns por nos trazer tanto conhecimento referente os primórdios do cinema.

Abração

Rodrigo Ferreira disse...

Rubi!
Gostei da homenagem aos mortos e falecidos da tragédia de Santa Maria - Rs.
Sempre gosto e sou fã numero um daqui do seu blog e a biografia do Harry e Doroty é linda. Pena que esses artistas morrem. Deixa um monte de filmes e deixa saudades também.

rodrigobandasoficial.blogspot.com.br

Victória Cruz disse...

Cresci ouvindo falar desse filme, preciso assisti-lo!
Esses atores são maravilhosos, para guardar uma carga de 200 filmes como o Montagu Love, tem que ser muito talentoso mesmo.
E a Dorothy além de atriz era design? Talento duplo! hahaha
ótimo post, muito completo.

Então semana que vem estarei aqui para ler o especial sobre oscar. Que bom que te inspirei com a belle époque! fico feliz, porque como disse, sou apaixonada por essa época, tempos de impressionismo <3
será muito divertido ajudá-la nesse post!
beijos
http://croquidemoda.blogspot.com.br

disse...

Não me lembro de Montagu em As aventuras de Robin Hood, mas ele tem uma importante e forte presença neste filme com Lillian Gish. Também me impressionei com Dorothy, embora ela esteja pouco tempo em cena. Só depois que fiquei sabendo que ela também fez Rei dos Reis.
Beijos!

Flá Romano disse...

Seu blog é diferente de tudo...
Super cultural e históricooo... é quase um livro de história!
Adoro!
Parabens...
http://morenanude.blogspot.com.br/

Daniele Rodrigues de Moura disse...

Olá!
Participe da enquete-post que fiz no blog!

www.telaprateada.blogspot.com

Um abraço
Dani

Postar um comentário

Esse blog destina-se a trazer informações, curiosidades, músicas e muitas dicas. O universo de pesquisa é muito vasto e se você tiver interesse em algo ou alguém deste universo em especial, faça sua sugestão e na medida do possível tentarei apresentar um trabalho que lhe agrade.

 
↑Top